Menu
Sábado, 19 de junho de 2021

Perícia irá investigar celulares, armas e munições de Trutis

O parlamentar afirma ter sofrido um atentado em 2020

02 de Mar 2021 - 15h:35 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

Foi autorizado pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, a realização de pericia nas armas, munições e nos aparelhos telefones, do parlamentar Loester Trutis e do seu assessor, Ciro Nogueira Fidelis.  

O deputado federal está sendo investigado desde o dia 16 de fevereiro, do ano passado, pois o mesmo alegou ter sofrido um atentado, entre as cidades de Sidrolândia e de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul.

A conclusão do inquérito irá durar 60 dias. De acordo com a Polícia Federal, Trutis quis chamar a atenção para se promover politicamente.

Em novembro de 2020 o parlamentar foi preso por ter em sua posse um fuzil, porém foi liberado graças ao pacote anticrime que havia sido aprovado por meio de Trutis e do ex-ministro Sérgio Moro.


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias