Menu
Segunda, 20 de setembro de 2021

Filha do idoso de 70 anos que foi morto após o roubo de um cofre foi a mentora do crime.

No cofre que foi levado pelos bandidos supõe que teria mais de R$ 200 Mil em dinheiro.

04 de Set 2021 - 11h:43 Créditos: DAIANE SCHUINDT
Crédito: Assessoria

A filha do idoso de 70 anos que foi morto após o roubo de um cofre foi a mentora do crime. No cofre que foi levado pelos bandidos supõe que teria mais de R$ 200 Mil em dinheiro. 

Policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) comandados pelo delegado da polícia cívil Dr Eramos Cubas, localizaram e  prenderam ainda em Dourados a pessoa de Adaias Oliveira da Silva, 30 anos que tem um relacionamento com a filha da vítima, o senhor Ireno Dias dos Santos.

O quebra-cabeças foi se encaixando a partir do depoimento de um menor de 10 anos, que estava na cena do crime e foi rendido pelo trio de assaltantes. O menor que é neto da vítima relatou aos policiais que seria três homens e um deles usava um colete como se fosse do quartel, ou seja camuflado. O garoto é filho da acusada. 

De posse desta informação os policiais começaram a investigar e descobriram que a filha do idoso estaria envolvida no crime já que ela teria feito uma espécie de formastação em seu celular, ou seja deletado todos os tipos de conversas e imagens além de ter envolvido uma terceira e quarta pessoas para dizer que era seu namorado e que uma outra mulher serviria de hálibe para dizer que no horário do crime estavam juntas, fato que foi negado pelos dois. 

SIG chegou até a pessoas de Adaias Oliveira que era o verdadeiro homem o qual Irene se relacionava. Após ser interrogado os policiais descobriram também que o seu aparelho de telefone celular teria sido formatado e todas as mensagens foram apagadas, a partir daí Adaias passou a ser suspeito e foi encontrada com ele, o colete camuflado que o garoto indicou,  uma pistola 9mm de sua propriedade que estava registrada mas sem porte de armas. 

Os policiais levaram ele para a delegacia e o mesmo acabou confessando que participou do roubo de um cofre da vítima Ireno Dias dos Santos na noite do dia 30 de agosto, na propriedade rural entre os distritos de Indápolis e Vila São Pedro. Segundo o rapaz, quem teria armado toso o roubo seria a filha da vítima, Irene Márcia Teodoro dos Santos. 

Com estas informações, o delegado Erasmo Cubas solicitou a prisão preventiva da mulher e de Adaias, concedida pela juíza de plantão. Adaias foi autuado em flagrante por porte ilegal de arma de fogo de uso permitido, uma pistola 9mm. O homem ainda confessou que teria sim um relacionamento com Irene, ele é casado e existe tranferência de dinheiro para a conta de sua esposa e para a sua conta particular também. 

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias