Menu
Sábado, 19 de junho de 2021

Gilmar Olarte, ex-prefeito de Campo Grande é preso por chefiar um esquema de troca de cheques

Esse esquema seria para pagar as suas dívidas de campanha

05 de Mai 2021 - 17h:17 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

Nessa quarta-feira (5) foi preso o ex-prefeito de Campo Grande – MS, Gilmar Olarte, pois o mesmo tinha sido condenado em maio de 2017, por chefiar um esquema de troca de cheques para pagar dívidas de sua campanha em 2012.  

A pena é de oito anos e quatro meses, em regime fechado. Gilmar está preso na Delegacia Especializada de Polinter e Capturas.  

O Tribunal confirmou que se esgotou o prazo para recorrer e o mérito de apelação não foi analisado.  

O juiz Fernando Chemin Cury, analisou o pedido do Ministério Público Estadual referente à sua detenção, que era para ter saído em novembro de 2019.

Em decisão do dia 10 de fevereiro de 2021, Cury havia negado “por enquanto”, o pedido de expedição de mandado de prisão de Gilmar Olarte, assinado pelo então procurador-geral de Justiça Paulo Cezar dos Passos.  

Porém, o magistrado reforçou que poderia voltar a analisar o pedido caso o STJ julgasse em definitivo a intempestividade do recurso do ex-prefeito.

E depois de várias derrotas nos seus julgamentos no STJ, o ministério resolveu pedir a pena de execução, no final de abril e essa decisão foi atendido por Fernando.  


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias