Menu
Sábado, 19 de junho de 2021

Moradores de Jacarezinho relatam invasão de casas, corpos no chão e celulares confiscados

A operação está acontecendo desde a manhã de hoje

06 de Mai 2021 - 17h:19 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

Moradores do Jacarezinho relataram abusos e muitas mortes durante uma operação policial na favela, na Zona Norte do Rio de Janeiro, na manhã desta quinta-feira (6).  

A operação deixou 25 pessoas mortas e provocou um intenso tiroteio no início da manhã.

Pelas redes sociais, moradores relataram mais mortes que as computadas, além de corpos no chão, invasão de casas e celulares confiscados.

Por volta das 12h, um grupo de moradores fez um protesto em um dos acessos à comunidade e tentou fechar o trânsito em uma rua da região.

O policial civil André Farias foi baleado na cabeça e morreu. A corporação afirmou ainda que as outras vítimas são suspeitos, mas não esclareceu quem são e a situação em que foram mortos.

Um morador do Jacarezinho afirma que, durante a perseguição de criminosos e policiais, duas pessoas foram mortas na casa onde ele vive com a avó.

Imagens do imóvel mostram o local sujo com o sangue das vítimas. Ele disse que presenciou a morte junto com a idosa.

"Respeito com os moradores, nunca tem. Isso é uma população, mas acho que eles pensam que estão no Iraque", disse o morador, que também afirmou ter a intenção de deixar a comunidade.

"Estamos providenciando a venda [da casa] o mais rápido possível. Não dá mais para residir dentro de uma comunidade", afirmou.  


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias