Menu
Sexta, 27 de novembro de 2020

Policial atira na ex-companheira após descobrir que não é pai da filha dela

A mulher mostrou a comprovação de um exame de DNA

07 de Out 2020 - 16h:56 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Imagem Ilustrativa

Em Santa Rita, um policial está sendo investigado pela Corregedoria Geral da Polícia Militar de Mato Grosso, por ter atirado na mão de sua ex-companheira após descobrir que sua filha não é legitima do suspeito.  

De acordo com informações, fazia 15 dias que eles tinham terminado e a mulher chamou o ex-marido para conversar e mostrou a comprovação de um exame de DNA que foi registrado em cartório afirmando que a menina não é filha dele.

A discussão começou com o policial, sua ex-mulher e o atual namorado da vítima e foi quando o PM efetuou dois disparos, um atingiu a mão da mulher que foi levada para o hospital.  

Após o crime, o policial se apresentou ao quartel da cidade de Nova Mutum. Ele foi afastado das atividades na polícia e levado até a delegacia, mas não foi preso.


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias