Menu
Sábado, 19 de junho de 2021

Fragmentos de meteoritos encontrados por cientistas podem explicar a origem da vida

O fenômeno foi visto no Reino Unido

09 de Mar 2021 - 13h:53 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

No dia 28 de fevereiro de 2021, uma bola de fogo iluminou o céu do Reino Unido e no norte da Europa, onde milhares de pessoas viram o fenômeno.  

Foram quase 300 gramas de meteoritos coletados por especialistas, na cidade de Winchcombe.  

De acordo com cientistas, a rocha é formada por  condrito carbonáceo. A substância é um dos materiais mais primitivos e puros do sistema solar e é conhecida por conter matéria orgânica e aminoácidos, os ingredientes da vida.

Esses fragmentos são para fornecer perguntas e respostas sobre o começo da história do sistema solar e da vida na terra.  

O Museu de História Natural de Londres informou que os fragmentos foram recuperados em boas condições e tão rapidamente após a queda do meteorito que são comparáveis a amostras de rochas devolvidas de missões espaciais, tanto em qualidade quanto em quantidade.  

"Fiquei em choque quando o vi e imediatamente soube que era um meteorito raro e um evento totalmente único. É emocionante ser o primeiro a confirmar para as pessoas que estão na sua frente que o baque que ouviram em sua garagem durante a noite é, de fato, uma coisa real", disse Richard Greenwood, pesquisador em ciências planetárias da The Open University, em um comunicado do museu. Sendo o primeiro cientista a identificar o meteorito.

Existem aproximadamente 65 mil meteoritos conhecidos na Terra, segundo o museu. Porém, apenas 1.206 foram vistos em queda e destes, apenas 51 são condritos carbonáceos.


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias