Menu
Segunda, 01 de junho de 2020

Após 17h, madrasta acusada de matar bebê é condenada a 17 anos e 5 meses

A madrasta foi ouvida por videoconferência, já que se encontra presa no Estabelecimento Penal Feminino de Corumbá

11 de Mar 2020 - 00h:32 Créditos: Luiz Guilherme e Oliveira
Crédito: Reprodução/Facebook

Terminou depois de 17h, o julgamento do casal Joel Rodrigo Avalo dos Santos, de 28 anos, e de Jéssica Leite Ribeiro, de 24, acusados e agora condenados, pela morte do filho e enteado, respectivamente, do bebê de um ano e seis meses, no dia 16 de agosto de 2018, no Jardim Márcia, em Dourados.  

O pai do bebê, Joel Rodrigo, foi condenado a um ano e 15 dias de prisão, por homicídio culposo, ou seja, quando não há intenção de matar, no entanto, por já estar preso há um [ano] e seis meses, a Justiça também decidiu pela liberdade dele.  

O alvará de soltura, segundo a defesa arbitrada pelos advogados Renan Pompeu e Vitor Cárceres, deve ser expedida amanhã (11). Vale destacar que o pai da vítima se encontra detido na PED (Penitenciária Estadual de Dourados).  

“O alvará de soltura deverá ser expedido amanhã, tendo em vista que a Justiça entendeu que ele já cumpriu a pena, uma vez que se encontra preso há um ano e seis meses”, disse o advogado Renan.  

Jéssica, a madrasta, foi condenada a 17 anos e cinco meses, por homicídio doloso qualificado, isto é, quando há intenção de matar, e que o crime foi cometido no âmbito de violência doméstica contra menor de 14 anos – o que configura agravante na pena.

Com essa sentença, o juiz acolheu a tese do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul), que alega plena “ciência da ilicitude e reprovabilidade de sua conduta, na manhã da data dos fatos, com dolo, agrediu a criança com tamanha força, que fraturou as costelas da vítima e que, via de consequência, laceraram o fígado, causando grande hemorragia que foi a causa determinante de seu óbito”.

A madrasta foi ouvida por videoconferência, já que se encontra presa no Estabelecimento Penal Feminino de Corumbá.  


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias