Menu
Sexta, 03 de dezembro de 2021

Servidores públicos, mãe e bebê morrem em colisão frontal com caminhão

Somente uma garotinha de 10 anos e o caminhoneiro sobreviveram; ultrapassagem forçada teria terminado com as 4 mortes

13 de Nov 2021 - 08h:20 Créditos: MS Notícias
Crédito: Reprodução

O motorista da prefeitura de Inocência (MS), Adriano Vitória do Nascimento, de 55 anos, a Conselheira Tutelar do mesmo município, Dalvani de Oliveira Costa, de 67 anos, uma moradora - Marciana Capucci Pereira, de 30 anos e a sua bebê Franciely Pereira de Menezes, de 2 anos, morreram às 5h50 da madrugada desta sexta (12.nov.21), após um caminhoneiro de 41 anos, no km 171,9 da BR-262 em Ribas do Rio Pardo (MS), próximo de Água Clara, colidir contra o Chevrolet Spin em que as vítimas fatais seguiam.  

O caminhoneiro foi preso em flagrante por homicídio simples, diz o Campo Grande News. Outra filha de Marciana, Maria Eduarda, de 10 anos, sobreviveu e foi levada para o Hospital de Água Clara.

O site diz que chegaram a acessar o extrato de Boletim de Ocorrência que teria sido registrado na Delegacia de Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo, mas o documento não está disponível. O MS Notícias ligou à DPC de Ribas, que explicou que se não está mais no sistema, o delegado do caso pode ter colocado sob sigilo. 

A reportagem apurou que o caminhoneiro seguia de Ribas do Rio Pardo sentido Água Clara, quando teria tentado ultrapassar dois caminhões, as vítimas vinham no sentido contrário com destino à Campo Grande. Ao verem que iriam bater, os motoristas tentaram desviar, mas foram para a mesma direção, chocando-se frontalmente.    

O Chevrolet Spin foi atingido e arrastado pelo caminhão para fora da pista. O carro ficou completamente destruído e dos 5 que estavam dentro, 4 morreram na hora, tendo sobrevivido apenas a garotinha de 10 anos. O motorista do caminhão não teve ferimentos.   

De acordo com o prefeito de Inocência, Antonio Ângelo Garcia dos Santos, a imprudência do caminhoneiro ceifou a vida dos servidores, da moradora e de sua filha. "Infelizmente uma imprudência do outro motorista [do caminhão], ceifou a vida de nossos colegas de trabalho. O motorista Adriano e a Conselheira Dona Dalvani, a sra. se chama Marciana, a neném Franciely, e a Garotinha que sobreviveu, Maria Eduarda que esta bem, já se encontra com a família em Inocência", explicou.  

Ainda conforme o prefeito, as vítimas fatais estavam vindo à Campo Grande para tratamento de Saúde. "Que Deus de o Descanso Eterno para eles, e conforte os Corações dos Familiares e amigos", externou o Chefe do executivo municipal, que deceretou três dias de luto no município diante da tragédia. 

 

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias