Menu
Sexta, 28 de janeiro de 2022

Após ser guinchado Mini-fusca foi recuperado pela polícia

Por se tratar de um mini-veículo, a família enfrentou dificuldades para conseguir recuperar o objeto.

14 de Jan 2022 - 14h:46 Créditos: O Municipio Blumenau
Crédito: Assessoria

Após ficar 10 dias retido pela Polícia Militar, uma menina de 7 anos recuperou seu mini-Fusca que havia sido apreendido em 1º de janeiro, em Itapoá, no Litoral Norte. O brinquedo circulava em via pública sem cumprir determinadas regras do Departamento de Trânsito (Detran).

Segundo a Polícia Militar, o veículo foi apreendido por falta de habilitação e por ser um veículo não licenciado, sem numeração, placa ou chassi. “Um brinquedo em tese, por este fato, não é permitido transitar em vias públicas”, relatou a PM sobre a ocorrência.

Para conseguir recuperar o veículo, a família acionou o advogado Marcelo Araújo. Por se tratar de um mini-veículo, a família enfrentou dificuldades para conseguir recuperar o objeto.

De acordo com informações do G1, o advogado sustentou que o brinquedo poderia ser liberado na condição de carga, e não de veículo circular. A partir disso, a criança conseguiu reaver o mini-Fusca e, ainda, ganhou um presente da PM: um urso de pelúcia do Proerd.

Segundo informações do G1, as negociações para retirada do veículo do pátio da PM foi tranquila. O advogado da família destacou em publicação no Facebook que a ação da PM em guinchar o mini-veículo foi correta, por conta das leis de trânsito.

“Agradeço a forma tratada pelo comandante capitão Richardson Lima, destacando que o procedimento da PM-SC não estava errado. O bichinho de pelúcia nas mãos da Eduarda foi um gesto de carinho do comandante”, agradeceu o advogado.

A garotinha recuperou o Fusca, que foi levado até a casa da família, no Paraná. O advogado informou ao G1 que o mini-veículo não deverá voltar a circular em via pública. Ao ver o brinquedo chegando em casa, a menina de 7 anos abriu um sorriso e comemorou a volta do fusquinha, além da atenção recebida pelo comandante da Polícia Militar.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias