Menu
Sexta, 07 de agosto de 2020

Vizinho de Clara confessa assassinato

Ele tem a prisão decretada

14 de Jul 2020 - 22h:45 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

Carla Santana Magalhães, de 25 anos, foi sequestrada na porta de sua casa em Campo Grande, no dia 30 de junho e depois foi abandonada morta, com sinais de tortura e violência sexual. O autor do crime foi seu vizinho de 21 anos.  

O assassino confessou o crime. E a Polícia Civil já decretou a prisão do homem por feminicídio. Ele não tinha nenhuma relação com a vítima.  

A morte de Carla chocou a todos da comunidade. O corpo foi abandonado na esquina de sua casa.  

No dia em que ela foi raptada, ela gritava por socorro como mostrou as câmeras de segurança. E ficou para trás seu celular, o pó de café que ela tinha ido comprar e seu chinelo. Três dias depois de seu desaparecimento apareceu o seu corpo, sem roupas, foi encontrado na varanda de um estabelecimento.  

A forma como o corpo foi encontrado, com ferimento profundo no pescoço, como se alguém tivesse tentado degolar a moça, depois de matar com perfurações a faca, suscitou a suspeita de crime envolvendo facções.  Havia, ainda, a suspeita de feminicídio.


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias