Menu
Segunda, 19 de outubro de 2020

Barbosinha é aclamado pré-candidato a prefeito:

Desafio é projetar a Dourados múltipla do futuro

14 de Set 2020 - 09h:10 Créditos: Luciana Bomfim
Crédito: Assessoria

O deputado estadual José Carlos Barbosa, o Barbosinha (DEM), foi aclamado pré-candidato a prefeito pela legenda, durante a convenção municipal do partido, realizada na tarde deste sábado (12), no plenário da Câmara de Dourados. O evento atraiu as principais lideranças do DEM, do PSDB e do MDB, além de dirigentes de partidos que ainda poderão definir, em convenções permitidas até quarta-feira (16), pela participação nesse arco de alianças que está sendo construído para resgatar a força política e a representatividade regional de Dourados.


"Eu sonho com uma Dourados cosmopolita, resultado da miscigenação proveniente da mistura das raças que para essa rica região foram atraídas ainda por conta do surgimento da Colônia Federal do grande brasileiro Getúlio Vargas, me vejo diante do desafio um dia preconizado, em artigo produzido pelo ex-prefeito Murilo Zauith, hoje nosso vice-governador [no ano em que Dourados completou 79 anos de emancipação], e também ouso projetar a cidade múltipla do futuro".


Barbosinha saudou o escolhido pela convenção tucana para ser o pré-candidato a vice na chapa, Valdenir Machado, a quem disse que adversários chamam de 'velho', mas que "é o Valdenir de ficha limpa, nunca teve seu nome envolvido em nada, conhece os políticos e as pessoas, será o grande conselheiro da nossa caminhada, ele se rejuvenesce nesse projeto".


Para o pré-candidato a prefeito, a aliança que se forma em torno de um projeto maior para recuperar Dourados conta com reforços expressivos, como os deputados Renato Câmara e Marçal Filho, que abriram mão da disputa pela Prefeitura, assim como o secretário Geraldo Resende. Mas lembrou: "Quis o destino, Valdenir, que, no mesmo tempo em que eu deixava a Prefeitura de Angélica [em 1992], você tentava entrar na Prefeitura de Dourados. Agora, vamos entrar juntos e, depois de quatro anos, sair pela porta da frente, e aí poderemos estar, enfim, vislumbrando um novo rumo".

Compromissos

Depois de relatar a trajetória percorrida até aqui, "do menino pobre que ficava em cima de um caixote vendo os discursos de políticos da roça", o pré-candidato a prefeito falou que conta com o apoio da Assembleia Legislativa, dos membros da bancada federal do Estado em Brasília, da ministra Tereza Cristina, "grande amiga de Dourados, que vai abrir as portas para nos levar ao presidente Bolsonaro" e anunciou compromissos, como a construção do Macro Anel Sul, a duplicação do trecho da BR-463 que vai até o trevo de Laguna Carapã, do Hospital Regional, do acesso a Panambi, pela BR-163 até à Frangosul, a recuperação de mais de 180 km de linhas de ônibus, da duplicação da Coronel Ponciano, e da MS-156 até o Distrito Industrial, da travessia ligando os bairros Dioclécio Artuzi até o Esplanada, citou como exemplos de compromissos que exigem a construção de um alinhamento com o Estado e a União.


O ex-deputado Valdenir Machado, aclamado na convenção realizada na manhã do mesmo dia pelo PSDB, foi destacado pelo presidente estadual do partido, o secretário de Articulação Política do Governo, Sérgio de Paula, como "o melhor dos nossos quadros, a nossa contribuição para ganhar a eleição com o Barbosinha em Dourados e continuar a força do Governo na cidade", hoje representada, como citou, pelo vice-governador e secretário de Infraestrutura Murilo Zauith, o secretário de Saúde Geraldo Resende, e os presidentes da Agesul, Luis Roberto Martins de Araújo e da Sanesul, Walter Carneiro Junior.


Para o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Paulo Corrêa, o PSDB empresta o que tem de melhor, "o mais competente e trabalhador, para ajudar a fazer a diferença", opinião compartilhada pelo secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, no sentido de completar a chapa. "Dourados precisa resgatar o seu papel e na hora do voto lembrar que ficou sem representação na Câmara dos Deputados para discutir para onde vai o dinheiro das emendas, depois que ditas lideranças colocaram interesses pessoais acima dos interesses da cidade", alertou Resende.


Fazer diferente

O assessor da ministra Tereza Cristina no Ministério da Agricultura e Pecuária em Brasília, Marco Aurélio Santullo, secretário-geral do DEM no Estado, disse que Dourados vai conhecer, a partir de janeiro, "o exemplo do bom gestor, homem de futuro brilhante na política" e que, a partir de agora, "vai acabar esse negócio de que emendas de bancada tem que ficar tudo pra Campo Grande; com Barbosinha o Democratas terá um espelho para projetar Dourados e Mato Grosso do Sul".


"Eu vou pra rua, vou palmilhar os bairros desta cidade, pra falar que meu candidato é o Barbosinha, é o melhor para Dourados, porque a cidade está devagar quase parando, não dá mais pra ficar remendando, tem que fazer coisa nova, tem que ser diferente", pregou o deputado Marçal Filho, também do PSDB. "Chega de ficar brigando, temos que nos ajuntar, agora é como se eu fosse o candidato, porque eu acredito nessa chapa", disse.


Presidente municipal do MDB, o deputado Renato Câmara, lembrou que destinou emendas para colocar ar condicionado nas escolas, "mas a Prefeitura não consegue comprar os aparelhos, Dourados sofre com uma administração que não funciona, isso tem que ser feito diferente", justificando o apoio do partido à dupla Barbosinha-Valdenir nessa coligação.


O deputado Zé Teixeira, 1º secretário da Assembleia Legislativa e vice-presidente estadual do DEM, comparou a Prefeitura a uma empresa quando disse que "se você contrata um servidor, você quer resultados no trabalho e, infelizmente, há quatro anos, o pessoal que foi contratado deixou de fazer o serviço que prometeu fazer".


O pré-candidato a vice-prefeito Valdenir Machado, saudado com festa na convenção do DEM, disse que quer ajudar o pré-candidato a prefeito [Barbosinha] "a resgatar o cuidado, o zelo com os recursos públicos e a reforçar a ideia de que estamos no caminho certo".


Presidente estadual do DEM, o vice-governador e secretário estadual de Infraestrutura, Murilo Zauith, disse que a partir de agora a candidatura não pertence mais ao deputado Barbosinha: "Ela é nossa, porque nós construímos esse time, reelegemos o Reinaldo, fazemos parte da administração, temos a Seinfra, com um orçamento maior que o de Dourados, que mostra a importância do alinhamento para melhorar a vida da população". Murilo disse que esse é o momento de entregar o comando da cidade a quem já mostrou conhecimento e experiência e sabe que é necessário estar alinhado com os Governos Federal e do Estado para atingir os objetivos pretendidos.

--


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias