Menu
Domingo, 17 de outubro de 2021

Perícia indica que munição usada na chacina da fronteira faz parte de lote apreendido pela Polícia Nacional

A informação foi confirmada após uma análise da Police Ballistics e foi divulgada na Rádio Império, na manhã de quarta-feira (13).

14 de Out 2021 - 13h:14 Créditos: Linckon Lopes
Crédito: Divulgação

O trabalho da perícia indicou que um dos projéteis que atingiram e mataram Osmar Vicente Álvarez Grance, o Bebeto, durante  a chacina que tirou a vida de outras três pessoas no último sábado (9) faz parte de um lote de munição que havia sido apreendido pela polícia.

A informação foi confirmada após uma análise da Police Ballistics e foi divulgada na Rádio Império, na manhã de quarta-feira (13).

Segundo a Polícia Nacional, a cápsula encontrada no local deveria estar entre as munições e armas que foram entregues à Dimabel (Diretoria de Material de Guerra).

Segundo o Ponta Porã News, na semana anterior, três dias antes das execuções, o Ministério Público do Paraguai, iniciou uma investigação sobre a comercialização de armas já apreendidas. A denúncia teve início com o desaparecimento de pistolas e fuzis que foram encontradas com integrantes do CV (Comando Vermelho).

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias