Menu
Segunda, 03 de agosto de 2020

Após abordagem a veículo, Polícia Militar descobre local de fabricação de “mocó” para transporte de entorpecentes

Na manhã desta sexta-feira (17/07)

17 de Jul 2020 - 16h:32 Créditos: Assessoria de Comunicação Social do 4º BPM/CPA1. “Guardião da Cidadania Fronteiriça”
Crédito: Assessoria de Comunicação Social do 4º BPM/CPA1. “Guardião da Cidadania Fronteiriça”

Ponta Porã (MS) – Na manhã desta sexta-feira (17/07), Policiais Militares realizavam rondas ostensivas e preventivas pela área central do município de Ponta Porã, quando avistaram um veículo VW/Fox, de cor preta, conduzido por um cidadão (33) o qual demonstrou muito nervosismo ao ser abordado.

O mesmo não portava documentos de identificação e disse que não se lembrava de seus dados pessoais. Indagado acerca de seus documentos, respondeu que estariam em sua residência, localizada no Jardim Estoril e concordou em levar os policiais até sua casa para pegá-los.

Chegando ao local, dois homens que estavam nos fundos da casa junto a três veículos desmontados empreenderam fuga ao avistarem a aproximação da guarnição, pulando a cerca e tomando rumo ignorado. De pronto, a equipe policial percebeu tratar-se de local de fabricação de compartimentos para esconder drogas em veículos.

No local, foi encontrado um veículo Hyundai I30, cor prata, com o para-choque traseiro desmontado e cheio de Skunk (conhecida como super maconha), o veículo apresentava, ainda, a roda traseira direita retirada e um “mocó” sendo cortado na lataria.

Os policiais também encontraram um veículo Meriva, cor prata, com os para-choques soltos que, supostamente seria utilizado para a fabricação de mocó e, em revista no interior da residência, foi encontrada mais uma caixa com Skunk.

As ferramentas utilizadas para a fabricação dos “mocós” estavam ligadas à rede elétrica da casa vizinha, em cujo quintal encontrava-se um rapaz de 19 anos o qual foi indagado a respeito do entorpecente e da fabricação dos mocós nos veículos, porém, o mesmo disse não saber de nada. No entanto, durante revista ao quintal de sua casa, foram encontrados na sucata de um veículo vários tabletes de maconha.

Diante das circunstâncias, os autores foram detidos e encaminhados ao Primeiro Distrito Policial aonde foram entregues juntamente com os veículos e as drogas as quais, após pesadas, totalizaram 18,8 kg de maconha e 12,9 kg de Skunk.






Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias