Menu
Quinta, 22 de abril de 2021

Mulher gera filho para irmã que não pode engravidar

'Me sinto realizada', diz irmã

18 de Fev 2021 - 08h:29 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

Na região Metropolitana de Belo Horizonte, Anaterra Guimarães, de 38 anos, foi barriga de aluguel de sua irmã, que não pode ter filhos e já perdeu vários bebês.  

“Sinto-me realizada. Eu fiz pela minha irmã, foram muitas perdas que ela teve, sofremos bastante. Estou podendo contribuir com a felicidade dela".  

"Já tenho uma filha de seis anos e é a melhor coisa da vida é poder ser mãe. Ajudar minha irmã nesta missão é maravilhoso", contou Anaterra.

Está previsto para a criança nascer nesta quinta-feira (18).  

Solana tentava engravidar desde 2012, fez tratamento, porém sem sucesso. Até que os médicos descobriram uma alteração no útero.  

"Meu problema não tem diagnóstico, é uma incompatibilidade no meu útero. Também fizemos muitos exames para ver se os embriões eram saudáveis e todos eles tiveram problema", contou Solana.  

Ao todo, ela fez nove fertilizações in vitro (FIV) e teve seis abortos espontâneos.

“Eu escutava o coraçãozinho. Mas passava uma semana, eu tinha aborto espontâneo. Aconteceram várias vezes”, disse Solana.

"Gravidez mexe muito com a vida da mulher, corpo, rotina. Minha irmã já tinha uma filha e não nos sentíamos à vontade de aceitar que ela gerasse nosso filho. Para não dar trabalho pra ela mesmo", ressaltou.

Mas em julho de 2020, o casal concordou com o procedimento.

"Eu relutei muito em aceitar que Anaterra fosse minha barriga solidária porque não achava justo que ela se sacrificasse a esse ponto por mim. Hoje, nessa reta final da gravidez, agradeço a Deus todos os dias por ter permitido que vivêssemos essa linda história de amor! Jamais vou conseguir agradecer o suficiente o que ela e sua família fizeram por mim", contou a mãe de Dante.


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias