Menu
Segunda, 19 de outubro de 2020

Em Campo Grande a Lei Seca é descartada

O toque de recolher volta a ser a partir das 22h

18 de Ago 2020 - 10h:32 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: César Ferreira

Em Campo Grande depois de cinco dias de ‘Lei Seca’ os comércios estavam proibidos de venderem bebidas alcoólicas para as pessoas e por isso os hospitais tiveram uma queda em internações, porém ontem (17) foi definido que a medida não será mais prorrogada e o troque de recolher será a partir das 22 horas.  

Está decisão foi tomada depois de uma reunião  entre a Prefeitura Municipal, MPE (Ministério Público do Estado) e CDL (Câmara dos Dirigentes Lojistas).

“Foi uma decisão muito positiva. Vamos ter a flexibilização do toque de recolher às 22h e as empresas, como bares e restaurantes, poderão voltar a vender bebidas. Tivemos esse resultado graças ao aumento de leitos garantidos pela prefeitura e pela redução no número de internados”, disse Adelaido Vila, presidente da CDL.

Um dos propósitos da Lei Seca era reduzir as ocupações de leitos hospitalares e conforme informações da Sesau, a taxa de 80% já representa uma redução tanto de pacientes com Covid-19 quanto de internações por acidentes.

Dos dias 12 de agosto até 16 ficou proibido ingerir bebidas alcoólicas em estabelecimentos ou nas ruas da capital de Mato Grosso do Sul. O objetivo era evitar que as pessoas saíssem de casa para beber e assim evitar acidentes de trânsito.  

A fiscalização que envolveu equipes da Semadur (Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Desenvolvimento Urbano), GCM (Guarda Civil Municipal) e Vigilância Sanitária fiscalizaram pelo menos 300 estabelecimentos nesse período.


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias