Menu
Sábado, 19 de junho de 2021

MS ocupa o 4º lugar no ranking dos Estados com superlotação em presídios

19 de Fev 2020 - 10h:10

Dados do Monitor da Violência, do site G1, o portal de notícias da Globo, colocam Mato Grosso do Sul em quarto lugar no ranking dos Estados que estão com superlotação.  

Atualmente, o sistema carcerário tem 7.396 vagas, no entanto, possui 16.417 presos, isto representa 122% de superlotação.  

Em relação ao ano passado, os índices registraram aumento considerável. Por exemplo, o último Monitor da Violência mostrou que o Estado tinha 7.356 vagas, com 15.984 presos (117,3%).

Outro número que também elevou, foi o de presos provisórios, isto é, o que ainda não foram julgados. Em 2019 eram 4.117 (25,8%), e atualmente são 4.586 (27,9%).  

Os demais Estados que lideram a superlotação são Roraima com 315,3%, Amazonas 171,4%, Pernambuco 143,2%, MS como já mencionado, e ainda, o Distrito Federal com 115,5%.  

A nível nacional, o país contabiliza 755,6 mil presos, sendo 710,2 mil que cumprem pena em regime fechado ou semiaberto, 36,2 mil em regime aberto e 9,2 mil presos ainda estão em delegacias.  

O Brasil registra superlotação de 67,8%, já que existem 710,2 mil presos e existem apenas 423.389 mil vagas.



Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias