Menu
Sábado, 19 de junho de 2021

Em SC médica capota o carro e é localizada pelo GPS quase 30 horas depois

Ela caiu de uma ribanceira

20 de Abr 2021 - 10h:20 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

Na BR-470, em Curitibanos, em Santa Catarina, a médica Mariana Fossati, de 31 anos, capotou o carro e ficou aproximadamente 30 horas desaparecida.  

Ela só foi encontrada por conta do sinal do GPS do seu celular, os familiares e a polícia estavam o procurando desde então.  

De acordo com informações de sua madrasta, Cibelle Fossati, a mulher passou por uma cirurgia na tarde de ontem (19), para a retirada do baço.  

Mariana havia saído na madrugada de domingo (18) para ir trabalhar e foi encontrada em Pouso Redondo, no Vale do Itajaí.  

"Diante de informações de que o GPS havia perdido o sinal nas proximidades da Serra dos Pires, nossas guarnições policiais militares diligenciaram naquela redondeza e encontraram o carro e a jovem", explica o 1º Tenente da Polícia Militar, Carlos Humberto Naves Junior.

Um motorista que passava pela Serra viu o veículo em meia à vegetação e acionou o socorro que já estava na região realizando as buscas.  

Segundo os bombeiros, Mariana estava caída em uma ribanceira com ferimentos e sinais de desnutrição.

Para o inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Adriano Fiamoncini, a estratégia de compartilhar a localização em tempo real durante as viagens é uma opção que deve ser usada, mesmo em locais onde o sinal do celular possa não funcionar.

"Há trechos que não há sinal, e o tempo real fica descoberto. Mas na pior das hipóteses, você tem uma boa noção, onde que a pessoa estava na última vez que o sinal foi emitido. É uma dica boa para que os familiares saibam onde a pessoa está e se chegou com segurança", diz o inspetor.


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias