Menu
Sábado, 28 de novembro de 2020

Justiça determina pelos bens bloqueados de Doria

Foram bloqueados mais de R$ 29 milhões

20 de Out 2020 - 14h:32 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

A justiça do estado de São Paulo mandou bloquear os R$ 29,4 milhões do governador João Doria (PSDB), em um processo no qual o gestor é réu por suspeita de improbidade administrativa quando ainda era prefeito de São Paulo.  

A decisão, da 14ª Vara da Fazenda Pública do estado de São Paulo, foi determinada na segunda-feira (19) e divulgada nesta terça-feira (20).

Em 2018 o governador foi acusado pelo Ministério Publico sobre uma suposta prática de propaganda irregular do programa “Asfalto Novo”, da Prefeitura da capital. Ao todo, os promotores apontaram um prejuízo de R$ 29 milhões aos cofres públicos.

E o MP indicou que Doria causou danos aos cofres públicos, pois o mesmo autorizou despesas que não estava autorizada em lei.  

Os advogados de Doria falaram que não concordam com essa decisão e irão recorrer.  

Protocolada pelo promotor Nelson Sampaio de Andrade, da Promotoria do Patrimônio Público, a ação apontou que Doria usou verba pública em atos de publicidade do programa de recapeamento com o único objetivo de se promover.  

Em agosto deste ano, Doria já havia sido condenado a pagar R$ 600 mil por improbidade ao usar o slogan “Acelera São Paulo” para promoção pessoal.


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias