Menu
Sábado, 28 de novembro de 2020

Filho forja o próprio sequestro para exigir dinheiro que a mãe obteve com empréstimo

Suspeito também desmontou um veículo que a mãe havia alugado para que ele pudesse trabalhar como motorista de aplicativo.

21 de Ago 2020 - 16h:10 Créditos: Por G1 CE
Crédito: Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

A Polícia Civil do Ceará prendeu um homem, junto de dois comparsas, por forjar o próprio sequestro e extorquir da própria mãe, de 66 anos, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Os três retiraram R$ 8 mil da idosa que ela havia obtido com um empréstimo. Eles também desmontaram um veículo que a mãe do suspeito havia alugado para que o filho trabalhasse como motorista de aplicativo.

De acordo com a delegada Ellen Albuquerque, a idosa pagou o aluguel de um veículo para o filho começar a trabalhar como motorista de aplicativo, na segunda-feira (17). No dia seguinte, ele ligou para a mãe para dizer que havia sofrido um acidente e precisava de R$ 4 mil para arcar com os prejuízos.

Ainda na terça (18), o homem pediu à mãe mais R$ 3 mil para pagar uma dívida em um motel. A mulher fez um empréstimo no banco para entregar o valor total de R$ 7 mil a um amigo do filho.

Já na quarta (19), a idosa recebeu outra ligação do filho, que dizia que tinha sido sequestrado e que, se não pagasse o valor, ele seria morto e o carro incendiado. A mulher acertou de dar mais mil reais e um equipamento de som.


A mulher denunciou o caso à Polícia Civil. Com as informações, o 23º DP prendeu o homem que ia buscar mais uma vez o valor, que indicou um local onde o filho da mulher poderia estar.


Drogas e motel


Suspeito demontou um carro que a mãe dele havia alugado para que ele pudesse trabalhar como motorista de aplicativo — Foto: TV Verdes Mares/Reprodução

"A equipe policial se dirigiu até uma oficina, localizada na Avenida Francisco Sá (em Fortaleza), O veículo (alugado) já estava sem som, estepe, macaco e pneus. Paulo César (proprietário da oficina) foi indagado sobre o filho da vítima, que logo apareceu no local. De sequestro não havia nada", afirmou a delegada.

Os três homens foram levados à delegacia e confessaram o crime. Apenas Paulo César, que seria um traficante da região, tinha passagens pela Polícia por receptação e porte ilegal de arma de fogo.

Já o filho da vítima "na delegacia, confessou que participou dessa extorsão à mãe dele e que teria gasto todos os valores, além do celular que a mãe também havia dado recentemente, em drogas, mulheres, bebidas e no quarto mais caro do motel", revelou Ellen Albuquerque.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias