Menu
Sexta, 04 de dezembro de 2020

Sanesul busca parceiro para realizar universalização do esgotamento sanitário em Mato Grosso do Sul

MS poderá ser o primeiro Estado a universalizar seus sistemas de saneamento

21 de Ago 2020 - 10h:28 Créditos: Por ACOM/SANESUL
Crédito: Por ACOM/SANESUL

MS poderá ser o primeiro Estado a universalizar seus sistemas de saneamento; o modelo de negócio da Parceria Público-Privada/PPP foi apresentado pelo Diretor Presidente da estatal durante Roadshow virtual para empresas interessadas

Universalizar o serviço de esgotamento sanitário no menor tempo possível, essa é a meta da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul – Sanesul que está buscando um parceiro ideal com "Expertise em Investimentos" no setor.

A modelagem econômico-financeira proposta pela companhia, e já apresentada ao mercado, surgiu de um estudo minucioso sobre o aporte existente na Sanesul. Pelo menos 6 empresas fizeram o credenciamento e, desde o início de Junho/2020, estão fazendo visitas técnicas nas instalações operacionais.

As visitas estão acontecendo nas unidades regionais no interior do Estado, onde estão as estações de tratamento de esgoto, estações elevatórias e as obras do sistema de esgotamento sanitário. Junto, acontece a apresentação das questões documentais que tratam dos licenciamentos ambientais e de operações.

"Estamos muito satisfeitos com o resultado do processo da PPP nesta primeira etapa. Todos os interessados foram unânimes em afirmar que nossas condições operacionais são grandes atrativos para os prováveis investidores. Isso nos dá a resposta que esperamos em relação ao nosso modelo apresentado, ou seja, que estamos no caminho certo no que diz respeito à forma como estamos tratando o esgotamento sanitário em MS", comentou o Diretor Presidente Walter Carneiro Jr.

Com a chegada de um parceiro em potencial, a Sanesul espera alcançar um investimento de mais de hum bilhão de reais. A expectativa é de que em até 10 anos todas as cidades operadas pela Sanesul em Mato Grosso do Sul tenham coleta e tratamento do esgoto doméstico, ou seja, é atingir o máximo de cobertura, a universalização.

"A parte estrutural de engenharia que está sendo proposta é encontrar um valor de investimento mínimo no metro cúbico tratado de esgoto. Com isso, a empresa parceira receberá de volta o valor investido de forma rápida e segura. Ou seja, quanto mais rápido ela conseguir viabilizar o tratamento do esgoto, mas rápido receberá o retorno do investimento", explica o Diretor Presidente da Sanesul.

A empresa que será parceira na Sanesul na caminhada da universalização do esgotamento sanitário em Mato Grosso do Sul será conhecida no mês de Setembro em São Paulo onde acontece o leilão virtual do processo licitatório da PPP. O leilão será realizado pela Bolsa de Valores de SP.

"Foi um longo processo até o momento. Com estudos técnicos preliminares, audiência pública e muitas pessoas envolvidas na maturação do projeto. Contamos com apoio de profissionais e técnicos que tem como único objetivo melhorar o acesso da população ao saneamento, proporcionar maior qualidade de vida para a população e fazer de Mato Grosso do Sul o primeiro Estado a universalizar seus sistemas de saneamento água e esgoto", finalizou o diretor.

Parceria Público-Privada/PPP

A meta com a PPP da Sanesul é atingir 98% de cobertura em até 10 anos, por meio de obras e serviços de implantação, recuperação, manutenção e operação da infraestrutura de esgotamento.

Na modalidade de concessão administrativa, cujo controle e fiscalização continuam com a Sanesul, o projeto prevê beneficiar 1,7 milhão de sul-mato-grossenses dos 68 municípios atendidos pela empresa estatal.

O edital de concorrência e seus anexos estão disponíveis no site https://www.sanesul.ms.gov.br/licitacao/concorrencia.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias