Menu
Domingo, 09 de maio de 2021

Estudos dos EUA mostram que quem teve covid-19 pode tomar uma dose do imunizante

As pessoas que contrai a doença criam anticorpos mais resistentes

22 de Fev 2021 - 16h:02 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

Quase 30 milhões de pessoas nos Estados Unidos foram infectadas com o coronavírus até o momento. Já no Brasil o número oficial é de pouco mais de 10 milhões, porém com as notificações estima-se que pelo menos 20 milhões tenha testado positivo para essa doença.  

De acordo com um estudo, as pessoas que contraíram o vírus podem tomar apenas uma dose da vacina, para criar os anticorpos e destruir a covid-19.  

A resposta imunológica de uma pessoa a uma infecção natural é altamente variável. A maioria produz grandes quantidades de anticorpos que persistem por muitos meses. Mas alguns pacientes com sintomas leves ou nenhum sintoma produzem poucos anticorpos, que caem rapidamente para níveis indetectáveis.

O último estudo, que ainda não foi publicado em um jornal científico, que analisou amostras de sangue de pessoas que tiveram Covid-19.  

As descobertas sugeriram que seus sistemas imunológicos teriam problemas para se defender do B.1.351, a variante do coronavírus identificada pela primeira vez na África do Sul.  

Mas uma injeção da vacina Pfizer-BioNTech ou Moderna mudou significativamente o quadro: ela ampliou a quantidade de anticorpos em seu sangue em mil vezes.  

Com anticorpos, as amostras de todos os participantes puderam neutralizar não apenas B.1.351, como também o coronavírus que causou a epidemia de SARS em 2003.  


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias