Menu
Quarta, 30 de setembro de 2020

Bombeiros alertam para cuidados com álcool e recomendam uso de água e sabão para limpeza das mãos

Eficaz contra coronavírus, álcool 70 pode causar acidentes, alerta Corpo de Bombeiros

22 de Abr 2020 - 11h:34 Créditos: Midiamax
Crédito: Divulgação

Além de água e sabão, que são capazes de eliminar micro-organismos como o novo coronavírus, o uso de álcool em gel e, também, do álcool líquido 70%, passaram a ser recomendados. Porém, o Corpo de Bombeiros Militar de MS faz alerta quanto a utilização do último item, que pode ocasionar graves acidentes domésticos caso não seja utilizado de forma correta.

O Álcool 70% possui concentração suficiente para eliminar o novo coronavírus, mas é um produto altamente inflamável. Normalmente, o produto não era disponibilizado à venda em supermercados, mas a pandemia obrigou a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) a afrouxar a regra, até porque o álcool em gel também ficou raro e caro.

A liberação para venda de embalagens de até 1 litro do produto foi permitida por 180 dias – desde 2002, em razão do grande número de acidentes com o álcool líquido 70% GL, a Agência proibiu a comercialização do produto.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o álcool 70% é eficaz, mas não tanto quanto a limpeza das mãos com água e sabão e só deve ser utilizado em último caso – quando não há pia e sabonete por perto, por exemplo. Como a higienização deve ser constante, inclusive por quem está em casa, o sabão é recomendado por ser seguro e porque ocasiona menos lesões à pele. Já o álcool líquido pode provocar fissuras, que podem ser canais de infecção.

O tenente-coronel Fernando Carminati alerta para o risco dos acidentes domésticos, já que nesse período de quarentena crianças também estão em casa. “Tanto o álcool como os demais produtos de limpeza precisam ter um controle rigoroso com as crianças afim de evitar acidentes domésticos neste período de pandemia”.

Outro alerta é em relação ao armazenamento da substância: importante mantê-lo longe de fontes de calor e do alcance de crianças. Preferencialmente, em locais limpos, secos e arejados. Em caso de emergência, ligue 193.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias