Menu
Segunda, 19 de outubro de 2020

Já recebeu o auxílio? Confira como será o cronograma para saque dos R$ 600 nas agências

Governo paga benefício para grupos de beneficiários do Bolsa Família nesta semana

22 de Abr 2020 - 10h:11 Créditos: Midiamax
Crédito: Divulgação

O Governo paga nesta quarta-feira (22) a primeira parcela do auxílio emergencial para os beneficiários do Bolsa Família cujo último número do NIS é 4. Para quem já era do Bolsa Família, o cronograma de pagamentos segue o calendário do programa e os beneficiários já podem sacar o dinheiro. Mas e para quem se inscreveu no auxílio pelo site ou aplicativo? Quando sacar o dinheiro em espécie? 

Para quem se inscreveu para receber o auxílio de R$ 600 pelo site ou pelo aplicativo da Caixa, os pagamentos começaram na semana anterior. Os depósitos foram feitos nas contas digitais, abertas automaticamente pela Caixa na hora da inscrição, ou em uma conta existente indicada pelo trabalhador. Nestes casos, quem já recebeu pode movimentar o dinheiro, fazendo transferências ou pagando boletos pelo aplicativo. A lei que criou o auxílio emergencial não permite que os bancos cobrem dívidas dos R$ 600. 

Mas, afinal, quando sacar o dinheiro? A Caixa organizou um cronograma de saques, com o objetivo de evitar aglomerações nas agências e unidades lotéricas, expondo empregados, parceiros e clientes ao risco de contágio do coronavírus. 

Os recursos que já foram creditados na poupança digital podem ser utilizados por meio do app CAIXA Tem para pagamentos e transferências, entre outros serviços. Quem indicou conta bancária anterior ou vai receber os R$ 600 em substituição ao Bolsa Família, não tem restrição para saque. 

Confira o calendário de saque em espécie da poupança digital sem cartão nos canais de autoatendimento e lotéricas: 

  • 27 de abril – nascidos em janeiro e fevereiro 
  • 28 de abril – nascidos em março e abril 
  • 29 de abril – nascidos em maio e junho 
  • 30 de abril – nascidos julho e agosto 
  • 04 de maio – nascidos em setembro e outubro 
  • 05 de maio – nascidos em novembro e dezembro

Segunda parcela

E a partir de quinta-feira (23), a Caixa inicia o pagamento da segunda parcela para os inscritos no CadÚnico, de acordo com o mês de nascimento do beneficiário:

  • Quinta-feira (23): Nascidos em janeiro e fevereiro
  • Sexta-feira (24): Nascidos em março e abril
  • Sábado (25): Nascidos em maio e junho
  • Segunda-feira (27): Nascidos em julho e agosto
  • Terça-feira (28): Nascidos em setembro e outubro
  • Quarta-feira (29): Nascidos em novembro e dezembro

Para quem tem Bolsa Família

Nesta semana, a Caixa libera os R$ 600 para beneficiários do Bolsa Família. Confira:

  • Quarta-feira (22): NIS final 4 
  • Quinta-feira (23): NIS final 5 
  • Sexta-feira (24): NIS final 6 
  • Segunda-feira (27): NIS final 7 
  • Terça-feira (28): NIS final 8 
  • Quarta-feira (29): NIS final 9 
  • Quinta-feira (30): NIS final 0 

Como se cadastrar?

Pelo site ou pelo aplicativo, informais, autônomos e MEIs (Micro Empreendedores Individuais) poderão pedir o auxílio no valor de R$ 600 ou de R$ 1,2 mil, no caso de mães solteiras, no período de dificuldade devido à pandemia. Para se cadastrar, o procedimento é fácil, confira o passo a passo.

Confira quem pode receber o benefício:

O auxílio emergencial será pago a quem tem mais de 18 anos, não tem emprego formal ativo e não recebe aposentadoria, BPC (Benefício de Prestação Continuada) ou Seguro Desemprego.

Isso quer dizer que quem estiver usufruindo do Seguro Desemprego ou já receber o BPC está fora do auxílio emergencial. Contudo, a lei destaca que o BPC ou benefício previdenciário de até um salário mínimo para idoso com mais de 65 anos ou pessoa com deficiência não será computado para o pagamento do BPC a outra pessoa da mesma família durante a pandemia.

Também estão incluídos o auxílio pessoas com renda mensal familiar de até três salários mínimos (R$ 3.135) ou na qual a renda per capita (por integrante) é de até meio salário mínimo (R$ 522,50).

Até duas pessoas por família podem receber o auxílio, mas mães solteiras que são as chefes de família recebem em dobro. Quem recebeu até R$ 28.559,70 em todo o ano de 2018 terá direito a receber o auxílio, que é limitado a duas pessoas por família, desde que ambas atendam aos pré-requisitos.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias