Menu
Quinta, 28 de maio de 2020

TENENTE NANTES PRÉ-CANDIDATO A VEREADOR

Conheça um pouco sobre seu vereador e suas propostas

22 de Mai 2020 - 16h:36 Créditos: Redação.
Crédito: Tenente Nantes.

BIOGRAFIA

Nascido e criado em Dourados, sempre tive uma visão crítica do senso comum. Desde criança sabia que não podia deixar minha vida passar em vão. Sou filho do Jured Abou Harb e Maria Inês Nantes Harb. Tenho dois irmãos mais novos. Venho de uma família onde meus pais sempre priorizaram os mais nobres valores, tais como a verdade, a honestidade e a fé. Valores estes que carregarei comigo para sempre. Sou casado, há 14 anos, tenho dois filhos, o Miguel de 6 anos e o Bento que nascerá em Agosto ou início de Setembro. Iniciei no mercado de trabalho com 14 anos e com 18 ingressei nas fileiras do Exército Brasileiro, fato este que mudou radicalmente minha vida. Fui convocado pra servir como aluno do Núcleo de Preparação de Oficiais da Reserva/R2, no ano de 2002. Iniciamos o curso com 20 alunos e terminei qualificado como 2º colocado da Formação. No ano seguinte abriu duas vagas para Oficiais R/2 e então fui convocado para fazer Estágio no 28º Batalhão Logístico, em Dourados/MS. Terminado o Estágio, escolhi a vaga que abriu no próprio Batalhão, onde iniciei como Aspirante-a-Oficial chegando ao posto de 1º Tenente, onde servi por 6 anos, de 2003 à 2009.

Minha formação como Oficial de Intendência destinava-se a trabalhar no Planejamento Administrativo e Operacional da Missão do Exército.

No Planejamento Administrativo, cuidados dos setores de Administração de Material (Almoxarifado), Setor de Aquisições, Licitações e Contratos (SALC), Setor Financeiro (Tesouraria), Setor de Aprovisionamento (“Rancho”). Em esferas e escalões superiores, cuida da Contabilidade e Finanças do Exército, fiscalizando e auditando contas.

No Planejamento Operacional e emprego da Força, cuida do serviço de logística, transporte e distribuição (fardamento, gêneros alimentícios, equipamentos, serviço de banho, sepultamento, dobragem, manutenção de paraquedas e suprimento pelo ar, da administração financeira, etc).

Minha experiência enquanto Oficial R2: dentre as principais funções, atuei por 5 anos como oficial responsável pelo Setor de Licitações e Contratos, e por 3 anos como Encarregado de Material da Organização Militar. No último ano exerci a função de Conformador Documental (Responsável pela Auditoria Interna Administrativa) e Responsável pela Formação de Sargentos Temporário no ano de 2008 e Comandante da Cia de Instrução na Formação do Efetivo Variável do ano de 2009, responsável pela formação básica militar de 109 novos Soldados, ano que me despedi em junho das fileiras do Exército Brasileiro.

Desde então, abri uma empresa para atuar no seguimento de Prestação de Serviços na área da Construção Civil, voltada exclusivamente para atender Órgãos Públicos, atuando até hoje. Tive outras 3 empresas, no ramo Imobiliário, Gesso e Franquia de Cosméticos.

Formação acadêmica não concluída ainda, já que no final desse ano termino Tecnólogo em Gestão Pública e final de 2021, Ciência Contábeis. Tenho pensamento político conservador, crendo que o Estado precisa atuar como meio facilitador da vida das pessoas e não como fim.

PORQUE ESCOLHEU O REPUBLICANOS?

 Entendo que a atuação política no Brasil ela está formatada pra funcionar dentro dos Partidos Políticos. E lá que o pensamento político é disseminado para as grandes massas. Ainda que não concorde plenamente com esse formato, não há como atuar politicamente de forma mais efetiva sem estar filiado a um Partido. Diante dessa regra do jogo, resolvi ir para linha de frente desse campo de batalha, disputar um mandato eletivo para fazer frente a uma hegemonia ideológica reinante em nosso país. E, de acordo com os meus valores e ideais, o primeiro ponto é que o REPULICANOS é o Partido que mais se enquadrou naquilo que procuro. Partido que tem na sua base estatutária os valores conservadores que permeiam toda a Civilização Ocidental, tais como o direito à vida, as liberdades individuais, o direito de posse, a liberdade econômica e, principalmente por ter no seu cerne o ideal cristão e conservador. Segundo porque em minha análise vejo como o único Partido que irá fazer frente ao stableshiment local, contra o caciquismo e colonialismo político de Dourados. Por isso vejo no Racib, nosso Pré-Candidato a Prefeito, como única via pra romper a estagnação e falta de protagonismo político de nossa macro região. 

TEMAS QUE SERÁ A BASE DO SEU MANDATO

A atuação do vereador é essencialmente fiscalizar o Poder Executivo, num segundo momento a propositura de leis. 

Vou partir do que é o principal, fiscalizar o Poder Executivo: Numa atuação em parceria com o Prefeito Racib, isso tornará o trabalho mais harmonioso, pois defendemos praticamente as mesmas bandeiras na atuação do Poder Executivo. Contudo ele precisará de apoio parlamentar para implementar medidas que irão impactar as mudanças necessárias para colocar Dourados na rota do desenvolvimento. Numa outra linha de atuação, irei atuar colaborando na melhoria dos atos administrativos, principalmente concernentes a Licitações e Contratos, área que atuei por 5 anos como Gestor Público, e atuo até hoje como Prestador de Serviços na área.

Quanto as bandeiras, irei defender uma autonomia maior do Legislativo, onde combaterei a relação de apadrinhamento político que inviabiliza a gestão municipal, uma transparência maior nos gastos públicos da Câmara, proporcionando canais de compras com maior visibilidade e concorrência, atuarei na ponta da linha como fiscal dos serviços públicos municipais, tanto quanto administrativo ou operacionais, defenderei a todo custo uma menor interferência do Poder Executivo ou Legislativo na vida das pessoas. Irei propor a criação de uma Controladoria Interna nas principais Secretarias que recebem recursos de maior vulto, onde essas serão um elo junto a Controladoria Geral do Município, defendendo que estes postos sejam ocupados por servidores de carreira qualificados na área, tecnicamente Contadores/Advogados/Gestor Público especializados em Auditoria e Compliance; Como Vereador, estimularei a sociedade a fiscalizar de forma independente os atos públicos de ambos os poderes, através de fóruns, etc; Defenderei a liberdade das famílias de educarem seus filhos, que encontram-se na educação básica, de forma independente e sem a obrigatoriedade da matrícula nas escolas, o que está prestes a ser aprovado em nível nacional, que é a regulamentação do Ensino Domiciliar ou Homeschooling; entre tantas outras ações que poderiam ser enumeradas aqui, porém tornaria mais extenso.

TEMAS DE MAIOR NECESSIDADE PARA O DESENVOLVIMENTO DE DOURADOS

Gestão Pública – Rever ou implementar leis que possam trazer um profundo impacto no trato da coisa pública. Há leis que precisam ser revogadas e outras que precisam urgentemente serem implementadas; É preciso uma auditoria interna, feita por vereadores que ocupem os cargos sem os apadrinhamentos

políticos, pois estes estarão lá de forma independente. É preciso encerrar o ciclo de que a cada novo ciclo ocupado, se varre a sujeira para debaixo do tapete e fique por isso mesmo. Já estamos sentando no troço da sujeira e ninguém quer tirar ela de lá.

2. Educação: Aqui para mim o ponto mais sensível e urgente. Quando se fala em educação muitos estão preocupados com quantidade de vagas e escolas, mas não se preocupam com qualidade do ensino. É preciso uma profunda auditoria nos contratos que envolve a Educação como um todo, pois é sabido que há dinheiro sendo aplicado de forma que não atende os princípios da Administração Pública e até mesmo da Constituição, o que faz o nosso orçamento municipal ficar ineficiente. Com esse dinheiro poderíamos reverter na qualificação dos professores, melhorar infraestrutura existente, etc. Tenho dito que o problema do município não é orçamentário, mas sim de Gestão.

3. Saúde: O Vereador precisa fiscalizar aquilo que o Município parte já cumpre no papel. Temos excelentes servidores que, graças a eles o nosso sistema de saúde local não colapsou de vez. Se o vereador sair do gabinete e for pra ponta da linha cobrar o que deve ser cumprido, daremos um salto em qualidade, não somente porque está sensível atualmente, mas porque iremos começar a cumprir o básico. Outro ponto que vejo que o vereador pode atuar melhor é na contribuição de atuação dos ESF, que vem sendo negligenciado a anos. Uma briga boa que devemos comprar e resolver é: qual a missão do Município para atuação e responsabilidade nos cuidados da Saúde e qual a atuação e responsabilidade do Governo do Estado na atuação da Saúde? Só assim, resolvendo esse embaraço, teríamos uma melhora significativa.

4. Mobilidade Urbana: exigir do município um planejamento da nossa mobilidade urbana, e/ou o cumprimento dos planos já existentes. Outro ponto que a Câmara de Vereadores deve fomentar é a discussão da utilização do transporte intermodal ligando os Distritos, bairros e centro ao Campus Universitário/Aeroporto. Isso deve ser trazido para uma ampla discussão da sociedade, propondo uma Parceria Público Privada (PPP). Com a reforma do nosso Aeroporto, vejo que nossa cidade ampliará sua liderança, vocação esta enquanto macrorregião. Desta forma estimularei a retomada do Distrito Industrial e proporei Lei de incentivo fiscal para a criação de um Porto Seco e da novas industrias que aqui se instalarão, gerando inúmeros empregos e renda ao nosso município. Defenderei a regulamentação dos aplicativos de mobilidade urbana, bem como a ampliação de sua atuação.

5. Cultura: Proporei a Câmara Municipal lei que possa incentivar a formação de música clássica e erudita nas escolas municipais, podendo ser oferecido no contra turno de estudo do aluno; Concursos culturais de contação de história, música popular e dança. Concurso de redação, pintura e poesia para as datas que remetem a nossa Tradição histórica municipal e nacional, especialmente as datas cívico-militares. Lei de incentivo fiscal e convênios com a iniciativa privada, Universidades e Exército Brasileiro para a criação da Orquestra Sinfônica Municipal, tanto adulto quando infanto-juvenil. Proporei também a proibição de música do estilo funk ou rap nas escolas municipais, pois entendo que esses estilos de música estimulam a sexualização precoce das crianças e ou fazem apologia ao crime ou uso de drogas

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias