Menu
Quinta, 25 de fevereiro de 2021

Antes de morrer noiva realiza sonho de se casar

Ela estava com câncer em fase terminal

23 de Fev 2021 - 14h:36 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

Em União da Vitória, no Paraná, Adarlele Andrade, de 26 anos realizou o seu sonho de entrar vestida de noiva e se casar com Ruan Pablo de Lara, de 28 anos.

A mulher estava com câncer em fase terminal, porém a sua luta contra essa doença vem desde quando ela era criança.

Aos seis anos ela teve câncer no rim e em 2018 descobriu que estava com um tipo raro da doença nos ossos.

O casal se conheceu ano passado e decidiram se casar em dezembro, mas por conta da pandemia o casamento teve que ser adiado.

“Ruan entrou na vida dela já sabendo de todos os desafios por causa do tratamento. Mesmo assim, enfrentou o relacionamento. O amor de ambos foi tão recíproco que em um mês começaram a namorar e marcaram o casamento. Nada foi por caridade. Todo mundo sentia que ele gostaria realmente de casar com a Adarlele. Todos sabiam que ela poderia perder a vida, mas não tão rápido”, revelou um dos padrinhos do casamento, Felipe Vetterlein.

Foi este mês que Adarlele teve uma piora em seu quadro e o evento teve que ser apressado.  

“Nas semanas que antecederam o casamento, ela teve uma piora muito séria. Toda a família fazia orações para que o casamento acontecesse e assim realizar seu grande sonho. Na semana da cerimônia, teve um dia em que ela ficou muito ruim e não conseguia nem falar”, contou Felipe.

Sua história comoveu até os profissionais da saúde, que no dia do casamento disponibilizaram uma ambulância para levar a paciente até a igreja.  

No dia 6 de fevereiro a noiva estava de cadeira de rodas e surpreendeu a todos quando levantou e foi até ao altar andando.

“A forma como ela entraria ainda era um mistério. Eles a levaram de cadeira de rodas até metade do corredor. Neste momento, ela levantou e terminou o caminho andando. Tenho certeza que mesmo os corações mais duros choraram nesse dia”.  

No dia 10 Adarlele precisou ser internada no hospital e faleceu dia 16. O viúvo acreditava na sua recuperação e ainda está muito abalado.  

“Ela era conhecida pelo sorriso e conquistava todo mundo ao seu redor (…) Era o amor da vida dele”, concluiu o padrinho.  


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias