Menu
Segunda, 19 de outubro de 2020

Governo viabiliza instalação de indústria de alimentos em Mundo Novo que irá gerar 45 empregos

Nesta semana, o governador Reinaldo Azambuja, o secretário de Fazenda, Felipe Mattos, e o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) assinaram termo de acordo para concessão de incentivos fiscais previstos no programa MS Empreendedor a uma indústria de alimentos que vai gerar 45 novos empregos em Mundo Novo.

23 de Set 2020 - 11h:09 Créditos: GOV MS
Crédito: GOV MS

Mais uma indústria está se instalando em Mato Grosso do Sul graças à política industrial e de interiorização e diversificação da economia. Nesta semana, o governador Reinaldo Azambuja, o secretário de Fazenda, Felipe Mattos, e o secretário Jaime Verruck, da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) assinaram termo de acordo para concessão de incentivos fiscais previstos no programa MS Empreendedor a uma indústria de alimentos que vai gerar 45 novos empregos em Mundo Novo.

“Essa ação do Governo do Estado agrega valor às nossas matérias-primas e proporciona que o município de Mundo Novo receba essa nova planta industrial que deve gerar 45 empregos. É mais um projeto apoiado pelo MS Empreendedor, pela política industrial de Mato Grosso do Sul”, afirmou o secretário Jaime Verruck.

A Novo Mundo Indústria e Comércio de Alimentos Ltda vai instalar uma unidade industrial com área total de 1.500 m² para fabricação de produtos alimentícios, com investimento previsto de R$ 5 milhões. A empresa vai industrializar produtos como farofa, achocolatado, mix de cereais e coco ralado e, ao final de 5 anos, deverá atingir sua capacidade produtiva máxima de 5 mil toneladas de produtos.

A previsão é de que sejam gerados 45 empregos diretos. As operações iniciam em janeiro de 2022 com a produção de farofa. A partir dos anos seguintes serão iniciadas as linhas de produção de achocolatado, coco ralado e mix de cereais.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias