Menu
Quinta, 03 de dezembro de 2020

Anvisa autoriza a importação da vacina chinesa contra a covid-19

Ela está na fase 3 de teste

23 de Out 2020 - 18h:05 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

Nesta sexta-feira (23) a Avisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou a importação de seis milhões de doses de vacina da China desenvolvida pela farmacêutica Sinovac Biotech.

A solicitação para a aquisição das doses foi feita pelo Instituto Butantã, que desenvolve estudo clínico do imunizante, atualmente na fase três de testagem. A vacina ainda não tem registro no Brasil.

O Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, havia falado de que 46 milhões iriam diretamente para o SUS.  

O presidente Jair Bolsonaro disse que os brasileiros não iriam ser cobaia de ninguém.  

De acordo com Bolsonaro, “não se justifica um bilionário aporte financeiro num medicamento que sequer ultrapassou sua fase de testagem. Diante do exposto, minha decisão é a de não adquirir a referida vacina”, afirmou.

O presidente falou que existem outras vacinas contra o coronavírus, que estão em produção no Brasil, das quais o governo federal já fez acordo com a Universidade de Oxford para a fabricação de doses pela Fiocruz a partir de 2021. Está prevista a compra de 100 milhões de doses do imunizante no primeiro semestre de 2021 e mais 110 milhões na segunda metade do ano.


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias