Menu
Sábado, 16 de janeiro de 2021

Criminosos clonam contas de WhatsApp e você nem fica sabendo

Eles fazem isso para conseguir dinheiro

23 de Out 2020 - 16h:23 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

A empresa de cibersegurança Kaspersky divulgou um alerta nesta semana sobre a ação de criminosos que estão clonando o WhatsApp de usuários para extorquir dinheiro de pessoas conhecidas das vítimas.  

A grande diferença desta nova modalidade de golpe é que a pessoa dona do perfil 'clonado' ou 'falsificado' não fica sabendo que os criminosos estão usando sua identidade para aplicar a extorsão.  

Nos casos em que a conta é roubada, golpe que teve um grande número de casos registrados, a pessoa sabe que foi vítima de um crime virtual porque perdeu o acesso à conta. Para realizar este novo golpe, tudo que os golpistas precisam é de um chip de celular, uma foto de perfil do usuário e informações sobre amigos e familiares da vítima. Então, enviam uma mensagem dizendo "troquei meu celular".  

Após uma rápida troca de mensagem para ludibriar a vítima, o criminoso pede um empréstimo de dinheiro para pagar uma conta ou realizar uma compra e o novo celular é a desculpa perfeita para a falha na transferência.  

O golpe é aplicado com os esforços de dois tipos de infratores: os que roubam dados e os comercializam na deep web e os que compram esses dados e praticam a extorsão.  

Em setembro deste ano, a Polícia Civil de Goiás realizou a operação Data Brookers, e prendeu criminosos que conseguiram R$ 500 mil com as extorsões envolvendo a clonagem de WhatsApp.  


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias