Menu
Quarta, 01 de abril de 2020

Criminalidade desaba em Campo Grande em meio à crise do coronavírus;

Roubos caíram 77%

24 de Mar 2020 - 15h:17 Créditos: G1 MS
Crédito: G1

O índice de criminalidade caiu drasticamente em Campo Grande nas últimas semanas, é o que aponta um boletim divulgado nesta terça-feira (24) pela Secretaria Especial de Defesa Social (SESDES). O número de homicídios caiu 100%, o de roubos 77,8%, e o de furtos teve redução 51,4%. Em alguns bairros os índices foram zerados completamente. Nenhum feminicídio foi registrado desde o dia 13 de março.


Criminalidade entre os dias 13 e 15 de março

  • Homícidios: 2
  • Roubos: 27 roubos
  • Furtos: 109
  • Feminicídios: 0

Criminalidade entre os dias 20 e 22 de março

  • Homícidios: 0
  • Roubos: 6
  • Furtos: 53
  • Feminicídios: 0


O estudo aponta que em algumas regiões da cidade os índices simplesmente zeraram. É o caso de Imbirussu, com nenhum tipo de registro. Em outras regiões, a diminuição é próxima de zero, como é o caso do Prosa com 2 furtos e 2 roubos, e do Segredo, com apenas 2 furtos.

Campo Grande vazia em meio a crise do cornavírus  — Foto: Gabriel por cima de CG/Divulgação

Campo Grande vazia em meio a crise do cornavírus  — Foto: Gabriel por cima de CG/Divulgação

Campo Grande vazia em meio a crise do cornavírus — Foto: Gabriel por cima de CG/Divulgação



Cidade Vazia



O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD), anunciou toque de recolher no sábado (21), em prevenção à proliferação do coronavírus. A medida vale, inicialmente, por 15 dias e foi anunciada no fim da tarde. Outros municípios também estão com a mesma regra.

Pela ordem, somente neste sábado, o toque se inicia às 20h, com mais de 150 veículos da Guarda Civil Metropolitana espalhados por todas as regiões da cidade. O objetivo é fechar estabelecimentos que estiverem com aglomerados de pessoas.

Nos próximos 15 dias, o toque de recolher será das 22 às 5h. Durante esse período, carros de som estarão circulando por toda a capital alertando para que as pessoas permaneçam em casa e não se dirijam as ruas devido a pandemia.

Durante a live, Marquinhos informou que os estabelecimentos que não cumprirem o toque de recolher serão fechados e terão os alvarás caçados.

As pessoas que estiverem em aglomerados após o toque de recolher poderão ser levadas à delegacia. A população também pode ajudar, denunciando através do número 3314-9955 os locais que ainda estão aberto após ás 22h.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias