Menu
Quinta, 04 de junho de 2020

Ovo sobe 54% durante pandemia e Procon consegue redução no preço da cartela, de R$ 16,90 para R$ 12,90

Órgão vistoriou cinco supermercados e hipermercados da capital de MS. Além da cartela de ovos, também houve redução no preço do arroz, feijão e trigo.

25 de Mar 2020 - 22h:08 Créditos: G1 MS
Crédito: Reprodução

Item que sempre está na lista das donas de casa, os ovos tiveram aumento durante a pandemia do coronavírus, em Campo Grande, chegando a ter um preço 54% superior do que era praticado antes. Nessa terça-feira (24), ao fazer uma vistoria, a Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor (Procon/MS) constatou a elevação do valor e fez a cartela, com 30 unidades, reduzir de R$ 16,90 para R$ 12,90.

"Nós estivemos em cinco estabelecimentos comerciais e constatamos o preço superior ao antes praticado. Estamos focados, principalmente, nos gêneros alimentícios e outros essenciais para uso nesta época de pandemia e os nossos servidores permanecem em alerta e visitando supermercados e hipermercados da cidade", afirmou ao G1 o superintendente.

De acordo com Salomão, a gerência dos supermercados vistoriados foi orientada a reduzir o valor de alguns produtos. Além do ovo, o preço do trigo foi reduzido, bem como do feijão, que estava R$ 6,29 o pacote de 1 kg e foi para R$ 5,39. Já o arroz saiu de R$ 12,25 para R$ 11,99.

Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias