Menu
Sábado, 19 de junho de 2021

Em Marte novo voo de helicóptero da Nasa bate recorde de distância

Foi um deslocamento total de 100 metros

26 de Abr 2021 - 09h:37 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

O helicóptero Ingenuity realizou seu terceiro voo com sucesso em Marte. Desta vez, a nave realizou um voo mais rápido, mais distante e mais ousado que os anteriores, segundo a Nasa.  

O desempenho ultrapassou as velocidades e distâncias que o Ingenuity já tinha provado ser capaz de fazer durante os testes na Terra, antes do lançamento para Marte.

As imagens e dados começaram a chegar ao laboratório de propulsão da Nasa em Pasadena, na Califórnia, às 11h16 de domingo (25) (horário de Brasília).  

A sonda Perseverance capturou uma imagem do helicóptero em voo e compartilhou logo depois.

O helicóptero subiu à mesma altitude de seu segundo voo, cerca de cinco metros, mas desta vez aumentou a velocidade.

Durante os voos anteriores, o Ingenuity estava se movendo aproximadamente 0,5 metro por segundo e agora aumentou essa velocidade para 2 metros por segundo.  

O Ingenuity voou por 50 metros ao norte, quase metade do comprimento de um campo de futebol, antes de retornar para o local de pouso.  

No total, foi uma viagem de cerca de 80 segundos, a mais longa até agora e uma distância total de cerca de 100 metros.

"Embora o número não pareça muito, pense que nunca tínhamos movido lateralmente mais do que o comprimento de dois lápis quando fizemos o teste de voo aqui na Terra", disse Håvard Grip, o piloto chefe do Ingenuity.

A sonda Perseverance, que serve como um meio de transmissão entre o helicóptero e a equipe da missão na Terra, também está tendo uma espécie de papel de documentarista do Ingenuity.  

Ela capturou um vídeo do terceiro voo do helicóptero que deve mostrar a maior parte da viagem de 80 segundos. O vídeo deve retornar a Terra nos próximos dias.

A Perseverance é capaz de usar suas câmeras para tirar fotos e gravar vídeos. O Ingenuity também está equipado com câmeras de navegação próprias, que tiram imagens em preto e branco e ajudam o computador do helicóptero a rastrear sua localização durante o voo.

No seu segundo voo, em 22 de abril, o Ingenuity navegou de forma autônoma por quase 52 segundos, subindo 4,9 metros pela atmosfera marciana.  

Antes de voltar a pousar com segurança na superfície, fez um último sobrevoo que permitiu que sua câmera colorida capturasse a visão de como seria voar em Marte.

A equipe responsável pela missão na Nasa acredita que essas imagens mostram habilidades que equipamentos como o Ingenuity podem agregar a missões futuras, como reconhecimento aéreo.  


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias