Menu
Terça, 27 de outubro de 2020

Professor é proibido de dar aula na França por estar com 99% do seu corpo tatuado

Ele é professor substituto no jardim de infância

30 de Set 2020 - 16h:32 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

Um professor com 99% do corpo tatuado foi impedido de lecionar ao jardim de infância, em uma instituição de ensino francesa.  

Sylvan, de 35 anos, é conhecido no universo das modificações corporais extremas. Ao mesmo tempo em que trabalha como professor substituto em uma escola primária.  

Atualmente, ele é tido como o homem mais tatuado da França, nem o branco dos olhos escaparam da agulha e da tinta. No entanto, o visual diferenciado do professor gerou críticas entre alguns pais de alunos.  

Em entrevista ao jornal Le Parisien, uma mãe, que pediu para ser identificada apenas como Marie, disse que os filhos temem a presença de Sylvan: "Estou muito surpresa que o sistema educacional permita isso". Opinião que não é compartilhada por todos: "Se ele for um bom professor, isso não muda nada para mim", disse outra mãe.  

Sylvan, por sua vez, não parece se abalar com a polêmica: "Prefiro que as pessoas falem sobre minhas qualidades como professor e não da minha aparência".  


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias