Menu
Sábado, 19 de junho de 2021

Na Itália enfermeira que tomou a prima dose da vacina contra a covid-19 é alvo de ameaças

As suas contas nas redes sociais precisaram ser apagadas

30 de Dez 2020 - 14h:31 Créditos: Roberta Ferreira
Crédito: Divulgação

A primeira a receber a dose da vacina da farmacêutica Pfizer e do laboratório alemão BioNTech na Itália, a enfermeira Claudia Alivernini, de 29 anos, foi alvo de ameaças e insultos nos últimos dias, informou ontem (29) o jornal italiano Il Messaggero.

A italiana chegou a bloquear todos os seus perfis oficiais nas redes sociais na véspera do "Dia V", uma data simbólica que marcou o início da imunização na União Europeia em 27 de dezembro. No entanto, diversas contas falsas utilizando o nome e imagem de Alivernini foram criadas.

Além disso, usuários atacaram a enfermeira com frases pejorativas nos perfis institucionais que publicaram notícias de sua vacinação. "E agora vamos ver quando você morre" é uma das mensagens.

Segundo a publicação, Alivernini está considerando abrir uma denúncia contra os internautas. Ela é licenciada em ciências da enfermagem, tem estado na linha de frente contra a covid-19 desde o início da pandemia.


Deixe um comentário


Leia Também

Veja mais Notícias